Pesquisar este blog

domingo, 12 de agosto de 2012

MORRE A PRIMEIRA VÍTIMA DO FURACÃO


(continuação)

"Não tenho dúvida de que o desembargador Ricardo Regueira foi a primeira vítima do maldito furacão, porque, a partir daí, ele perdeu toda a vontade de viver, apesar da minha advertência de que não podia morrer prematuramente, para dar esse prazer aos seus algozes.
Se existir Paraíso, tenho a certeza de lá estará o desembargador Ricardo Regueira, embora não sejam muitas as almas com as quais ele conviveu que terão a oportunidade de encontrá-lo lá, porque se existe um local mais adequado para quem comete tantas injustiças, como os juízes, este lugar jamais será o paraíso; creio até que será o oposto dele. 
Depois da morte do desembargador Ricardo Regueira, eu espero continuar tendo forças para continuar lutando, porque a minha morte seria para a Justiça um grande lenitivo, com o arquivamento também do meu processo; pois, não sendo consistentes as provas contra mim, fruto apenas da imaginação da parte malsã da Polícia Federal. 
___________________________________________________________
Trecho do livro OPERAÇÃO HURRICANE:UM JUIZ NO OLHO DO FURACÃO (Geração Editoral), encontrável em www.saraiva.com.br, em www.estantevirtual.com.br ou na Livraria La Selva (nos aeroportos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário