Pesquisar este blog

domingo, 11 de junho de 2017

JUSTIÇA ELEITORAL É COISA DE SUBDESENVOLVIDO

Você sabia que a Justiça Eleitoral só existe em países subdesenvolvidos como o Brasil, tendo sido criada para evitar as fraudes nas eleições ao tempo de Getúlio Vargas? Sabia também que o TSE, pelo que vimos na operação Lava Jato, converteu-se numa autêntica máquina de lavar dinheiro sujo? Sabia também que quando o TSE profere suas decisões, elas já não têm mais nenhuma eficácia? SAIBA DISSO ENTÃO.




RETORNO DE CARREIRA ALVIM AO BLOG

ESTOU REATIVANDO O MEU BLOG PARA QUE POSSAMOS CONTINUAR UNIDOS PELA INTERNET.

Maria Helena Carreira Alvim Ribeiro e o julgamento do TSE

A imagem pode conter: 1 pessoaMaria Helena Carreira Alvim Ribeiro, logo após a conclusão do julgamento da chapa DILMA-TEMER no TST

IMPEDIMENTO DE MINISTRO DO TSE

Se um ministro foi advogado de Dilma, antes de ser indicado por Temer para o TSE, é evidente que ele é IMPEDIDO para participar de julgamento em que está em jogo interesse de sua ex-cliente.


LEMBRANDO UM MINISTRO QUE FEZ BOA HISTÓRIA NO STF

O ministro Adalto Lucio Cardoso foi voto solitario em 1971 contra a censura prévia à imprensa, e, por isso, deixou a toga na bancada do STF, onde tinha assento, e abandonou (renunciou) a Corte. Resultado: os ministros que apoiaram o Governo da época com o seu voto, estão hoje no lixo da História. Ninguém sabe quem foram. Será também este o destino dos ministros do TSE que votaram para livrar a chapa Dilma-Temer da cassação? A História tem lá as suas vinganças. É esperar para conferir.

NOVA COLEÇÃO DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

"Quem teve a chance de ouvir o voto do ministro Herman Benjamim no TSE sabe que nunca se falará de corrupção política no Brasil sem mencionar seus argumentos.
Ninguém, contudo, constrangerá os quatro "vencedores" por conta dos seus votos, porque ninguém haverá de se lembrar deles."
Afinal, todos sabem que Napoleão Bonaparte foi vencido na Batalha de waterloo, mas pocos sabem quem venceu Napoleão Bonaparte.


LEMBRANDO LOMBROSO

CITAÇÃO do Desembargador Carreira Alvim José Eduardo: "Como dizia o sábio Lombroso, há décadas: "NÃO HÁ ABSURDO POR MAIOR QUE SEJA QUE NÃO POSSA MERECER O PARECER FAVORÁVEL DE UM JURISTA" (ou o voto de um ministro)".
Digam ao Gilmar Mendes e seus três "pares" do TSE, que buscam retirar do processo de cassação da chama Dilma-Temer a prova da ODEBRECHT que o processo que não busca a verdade real, além de ser um "processo avestruz" é pior que isso, ou seja, um PROCESSO ASPIRANTE A FALSÁRIO.