Pesquisar este blog

domingo, 1 de setembro de 2013

DISSINTONIA DO BRASIL EM RELAÇÃO AOS EUA

 
Desde 1789, dentre os 144 nomes indicados pelo presidente dos EUA para a Suprema Corte, 30 nomes foram rejeitados, ou "adiados indefinidamente" pelo Senado, ou os nomes foram retirados pelo presidente, tendo, no Século XIX, 1/3 (um terço) das indicações sido simplesmente REJEITADOS.

Fonte: Perfil do Sistema Judiciário dos EUA (Escritório de Programas de Informações Internacionais do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América).
______________________________________________________________
 
NOTA - No Brasil, nada de semelhante acontece, porque a função do Senado é cumprir o ritual, dizendo AMÉM à indicação feita pelo presidente da República.

Nenhum comentário:

Postar um comentário