Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de setembro de 2013

A GLOBO PISA NA BOLA EM "AMOR À VIDA".

     A GLOBO precisa orientar-se melhor sobre o sistema jurídico penal, porque, tendo a Paloma, da novela "Amor à vida", curso superior (é médica), sem antecedentes criminais, não poderia estar recolhida à prisão comum juntamente com outras presas, mas em prisão especial.

      Falha do autor, Walcyr Carrasco e do jurídico da Globo, o que não me admira, porque, eu (juiz Carreira Alvim) e o meu colega (juiz Ricardo Regueira), mesmo tendo as garantias constitucionais que a Constituição nos assegura, e sem estarmos em "flagrante delito", fomos recolhidos a uma "prisão comum", juntamente com outros supostos "quadrilheiros", na carceragem da Polícia Federal, em Brasília, por determinação do então ministro do STF (CEZAR PELUSO), com o apoio de toda essa Corte, em virtude de uma "armação" do delegado da Polícia Federal (ÉLZIO VICENTE DA SILVA), nas interceptações telefônicas montadas contra nós, (formando frases jamais pronunciadas), mancomunado com o ex-procurador-geral da República (ANTÔNIO FERNANDO DE SOUZA), para não me permitir chegar à presidência do TRF-2.

     É assim a Justiça brasileira: UMA VERDADEIRA "NOVELA", ONDE O QUE PREDOMINA É O INUSITADO. 

     Quem concordar, divulgue para que a Justiça seja menos IRRESPONSÁVEL.

     Leiam: OPERAÇÃO HURRICANE: UM JUIZ NO OLHO DO FURACÃO (Geração Editorial), encontrável nas livrarias SARAIVA e em outras livrarias do País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário