Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de maio de 2013

ADVOGADOS QUEREM POLÍCIA FEDERAL CONTROLADA

 
"Em entrevista concedida à Folha de S. Paulo, o ex-ministro da Justiça José Carlos Dias, sob o título “Polícia Federal precisa ser controlada para não cometer excessos”, desnuda uma situação que o ministro da Justiça ao tempo do furacão, Tarso Genro, atual Governador do Rio Grande do Sul, não chegou a perceber, pois para o ex-ministro a pressão pública e a postura da mídia ajudam a incitar ações espalhafatosas da Polícia Federal e violências ao direito de defesa.
 
                   Para o ex-ministro José Carlos Dias, o Estado brasileiro está todo carcomido, sendo preciso que se contenha o direito de “outdoor”, aquela coisa que se coloca com grande espalhafato, o direito penal do escândalo, com a pessoa presa sempre televisionada.

Há necessidade, para ele, de um controle da Polícia Federal, sem que haja o cerceamento político das investigações.

Para esse professor de Direito Penal, investigar o crime é tão importante quanto garantir direitos. "

                   Numa comparação entre a autonomia da Polícia Federal no governo Fernando Henrique Cardoso e no governo Lula, afirma o ex-ministro que a Polícia Federal praticou ações importantes, no Governo Fernando Henrique Cardoso, mas todas sem o espalhafato de hoje.

O grande risco nessas operações é que, por pressão da opinião pública, começamos a verificar violências ao direito de defesa, apresentando uma Justiça escandalosa, como uma coisa chamada “pena de algemas”, em que a pessoa é condenada a usar algema toda vez que é transportada de um lado para o outro, mesmo que não ofereça risco. São exageros absurdos que precisam ser combatidos, porque a presunção de inocência vem sendo conspurcada."
(continua na próxima semana)
______________________________________________________________
 
Trecho do livro OPERAÇÃO HURRICANE: UM JUIZ NO OLHO DO FURACÃO (Geração Editorial), encontrável na Livraria Saraiva e também em www.saraiva.com.br, www.estantevirtual.com.br, www.bondfaro.com.br e nas livrarias de todo o País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário