Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

DEPOIMENTO PRESTADO POR CARREIRA ALVIM, NO RIO DE JANEIRO, E QUE O CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA NÃO LEU.


PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO

(Notas Taquigráficas  SAJ/CORTA-Q)                          (Audiência 16/4/20120)
 
_______(continuação)______________________________________                
                        

                                                                                                                                                                                                                                                                                                   ,                                                                                                                                                                  '                                                                                                                                                                      

 "É neste cenário que se apresenta a organização criminosa composta pelos denunciados, cujo poder de infiltração nos, órgãos públicos de todas as esferas de poder, acabam por permitir a exploração de jogo, cujo produto, revelado; inclusive, nas quantias milionárias que foram arrecadadas da busca e apreensão."
                        
Sabe quais foram as quantias milionárias arrecadadas da busca e apreensão na minha casa?  Cinco mil reais meus; dois mil dólares da Tetê, porque nós íamos viajar. Eu até nem precisaria dizer isso, mas no IPEJ foram apreendidos dois mil reais. Sabe o que eles fizeram no IPEJ? Eu tinha aberto um curso, no dia 13 - parece-me que numa segunda-feira ... Não foi?


DOUTORA ADVOGADA: Sexta-feira,

                                                                                                                     DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ EDUARDO CARREIRA ALVIM (REQUERIDO): Sexta-feira. Eu tinha recebido os cheques de um curso que nós estávamos fazendo... Eles conseguiram fechar o Instituto, porque, depois disso, não subsistiu mais.  

Essas reparações, Doutor ABEL, são para toda a vida; porque não adianta nada a União ser condenada e me pagar cinco milhões, dez milhões de reais por isso, porque honra não se repara. A honra quando se perde é irreparável...  

Como é que nós trabalhávamos? Eram dez meses, pegávamos dez cheques de dois mil reais. Se eram cem alunos - multiplicado por cem. Eles chegaram lá e passaram a mão em todos os cheques. O IPEJ não tinha nada a ver com essa história. Eu era professor lá, porque na época me parece que, era a Luciana, a Diretora. No IPEJ era a Maria Teresa; que você sabe que trabalhava comigo. Pegaram tudo. A imprensa divulgou que foram apreendidos, no meu Instituto, cheques, para.sugerir, hipocritamente, que era produto de propina. Nós perdemos  muito dinheiro nisso. Por quê? Porque explicamos aos alunos: os cheques foram apreendidos pela Polícia Federal, estão no Supremo, e até hoje, passados três anos, estamos tentando liberar tudo que nos apreenderam. Até hoje não nos restituíram nada, nem as minhas coisas da Faculdade. Quando eles chegaram à minha casa, levando um saco para encher de dinheiro, não tinha. Eles pegaram as minhas provas de faculdade. Eles pegaram quinquilharia. Aliás, eu guardava com a melhor qualidade, mas só quinquilharia que eles levaram. Sabe para quê? Para chegar à Polícia Federal com sacos que saíram da casa do Professor CARREIRA ALVIM.

Quer dizer, a mente humana é tão pérfida, que chega a esse ponto. O que as minhas provas e, os meus assuntos de faculdade têm a ver com a Operação Furacão?

Então, eles apreenderam esses dois mil dólares do IPEJ, foram a Itaipava e vasculharam a minha casa. Chegaram até a supor que tivesse dinheiro escondido debaixo das árvores que tinham sido plantadas. Acredita nisso? E nada se encontraram.

Então, onde estão as quantias milionárias arrecadadas da casa de CARREIRA ALVIM, no Instituto de CARREIRA ALVIM, na casa de SILVÉRIO JÚNIOR? Onde está isso? As outras (...)
(continua na próxima semana)                                                                                          
_________________________________________________________ 53 _____

Nenhum comentário:

Postar um comentário