Pesquisar este blog

domingo, 13 de maio de 2012

OS BURROS DE VISEIRA SÓ SABEM CUMPRIR O REGULAMENTO

Conto no meu livro OPERAÇÃO HURRICANE: UM JUIZ NO OLHO DO FURACÃO, que todas as vezes em que eu invocava as "prerrogativas" da magistratura, os agentes a Polícia Federal no Rio de Janeiro e em Brasília me diziam: "Isso é operacional Excelência; não tem nada a ver com as prerrogativas de Vossa Excelência". E por conta de "ser operacional", fui despido, algemado e metido numa cela comum, onde estava inclusive dono de bingo.
E como conto também que essa resposta me era sempre dada, quando invocava as prerrogativas de magistrado, me veio a lembrança a obra de Saint-Exupery (O PEQUENO PRÍNCIPE), em que essa frase era constantemente repetida: "É o regulamento; é o regulamento; é o regulamento ..."
Em função disso, recebi do internauta Armando o trecho que reproduzo abaixo: 
"Nos idos de D. Pedro II, um velho advogado, sempre ao sair de casa para o trabalho, via um modesto homem, em pé, ao lado de um candeeiro. Ao voltar, à noitinha, ali estava ele, estático, no mesmo lugar. Um dia, intrigado com aquele fato, perguntou-lhe: - por que o Sr. fica aí parado, por horas a fio, faça chuva ou faça sol? - Porque minha função é acender e apagar esse candeeiro, Sr. Acendo de manhã e apago à noite. É O REGULAMENTO, Sr.! - Mas, tem que ficar ao lado dele o tempo todo? - É O REGULAMENTO, Sr.! - Apiedado, retrucou-lhe o advogado: por que não procura uma forma de amenizar essa situação? - Não posso, É O REGULAMENTO, Sr.! - Mas, mesmo tendo um regulamento, poderia vir de manhã e voltar à noite, o que lhe permitiria, nesse ínterim, cumprir outras tarefas, ou aproveitar o tempo com sua família. Há leis que lhe garantem esse direito. - Já me disseram isso, mas esse É O REGULAMENTO, Sr.! Enfim, todas as perguntas que lhe eram feitas pelo velho advogado, o simples homem respondia sempre, É O REGULAMENTO, Sr.!!! Que lição se pode retirar desse "causo", que nem sei se aconteceu de fato? Minha resposta: - LEIS E DIREITOS existem e existirão sempre, desde as mais priscas eras. Só não os enxergam os BURROS DE VISEIRA, sem eira, nem beira, que só sabem cumprir o regulamento!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário