Pesquisar este blog

domingo, 28 de agosto de 2011

FUNCIONAMENTO DE VIDEOPÔQUER JULGADO PELO TRF-2.

"No processo de Jorge Fernandes, que era uma questão criminal, acusado de manter em funcionamento máquinas de videopôquer, o réu foi absolvido porque o então desembargador Benedito Gonçalves, hoje ministro do Superior Tribunal de Justiça, entendeu que, apesar de o laudo pericial ter consignado que as máquinas de videopôquer apresentavam componentes eletrônicos estrangeiros, não tinha ficado comprovada a procedência estrangeira das mesmas. Nessa ocasião, votaram também em favor dos bingos os desembargadores Valmir Peçanha e Fernando Marques."  (Trecho do livro "Operação Hurricane: Um juiz no olho do furacão", editado pela Geração Editorial). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário