Pesquisar este blog

sábado, 19 de outubro de 2013

POESIA FAZ BEM À ALMA


"Pálida sombra dos meus amores santos.
Passa, quando eu morrer, no meu jazigo.
Ajoelha-te ao luar e entoa um canto.
Que lá da morte eu sonharei contigo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário