Pesquisar este blog

domingo, 20 de novembro de 2011

"MAGISTRADO É VÍTIMA DA LENTIDÃO DA JUSTIÇA".

 Ex-desembargador afastado do TRF-2 espera há quatro anos uma decisão do STF.
(Décio Viotto)
(...) 
"A acusação - De acordo com a PF, Carreira Alvim, então vice-presidente e desembargador do TRF-2, negociava sentenças por intermédio de seu genro, que teve gravadas suas conversas com o encarregado de levar o dinheiro dos donos de bingos aos magistrados corrompidos. "As minhas decisões, três ao todo, foram para liberar máquinas que tinham sido ilegalmente apreendidas, com fundamento de que continham peças entradas ilegalmente no País", afirmou. "O que se discutia era se os componentes das máquinas foram ou não contrabandeados -- nada a ver com a ilegalidade de bingo."
 (...)
(Trecho da reportagem publicada pelo jornal Diário do Comércio, de 5, 6 e 7 de novembro de 2011)
NOTA - As decisões para que os bingos funcionassem são de autoria de outros desembargadores, que não eu e nem Ricardo Regueira, desembargadores esses que continuam lá no TRF-2. Seus nomes aparecem na continuação da reportagem, na próxima semana ("A armação").

QUEM QUISER ENTENDER "A ARMAÇÃO", LEIA O FURACÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário