Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

SENDO UMA AVE, O PINGUIM VOA?


"As gravações tipo Nextel geralmente apresentam problemas sistêmicos; sendo a gravação questionada é do tipo Nextel. Logo, os problemas observados na gravação questionada são sistêmicos. Assim é um pseudo-silogismo, pois a conclusão a que chegaram os peritos não é inferência necessária das premissas que eles mesmos colocaram. A falha do raciocínio dos peritos acima fica mais clara, para o perito, se trocar alguns termos, mantendo a estrutura (pseudo) lógica, tal como:
As aves geralmente voam (premissa maior).
O pinguim é uma ave (premissa menor).
Logo: “O pinguim voa” (conclusão).
Mas, na realidade,  apesar de ser uma ave, o pinguim não voa." (Perito Prof. Ricardo Molina).
(Trecho do livro "Operação Hurricane: Um juiz no olho do furacão", da Geração Editorial, encontrável em www.bondfaro.com.br).

3 comentários:

  1. legal mas se eu coloocar em uma prova que um pinguim não voa a prova estara correta então???

    ResponderExcluir
  2. pessoa e obvio que sim pois como diz no texto apesar de ser uma ave o pinguim não voa

    ResponderExcluir