Pesquisar este blog

quinta-feira, 21 de julho de 2011

QUANDO UM MINISTRO DECRETA UMA PRISÃO

"O então presidente (da AJUFE) Fernando Mattos, acabou fazendo uma comparação das mais infelizes entre a minha prisão e a do juiz substituto referido na precitada carta, dizendo que a Associação teve o comportamento que teve porque eu havia sido preso por determinação do ministro Cezar Peluso, do Supremo Tribunal Federal, enquanto o juiz fora preso por policiais civis do CORE; como sse ser preso por decisão de um ministro do Supremo Tribunal Federal fosse um atestado prévio para ser considerado culpado; e como se o ministro fosse infalível e estivesse acima da verdade, do bem e do mal".
(Trecho do livro OPERAÇÃO HURRICANE: Um juiz no olho do furacão).

OBS: Se isso acontece na cabeça de um juiz federal, que foi presidente da Associação dos Juízes Federais, fico imanginando o que não terá passado na cabeça de tanta pessoas leigas, quando a mídia divulgou que eu estava sendo preso por decisão daquele ministro.

Um comentário:

  1. Meritísssimo Juiz, boa tarde!
    Sou filha e um advogado que nunca exerceu de fato a carreira exatamente por ter a exata dimensão do meio putrefato que é a justiça em nosso país. Nas poucas vezes em que atuou e algumas em causas próprias, deixou bem claro nas sua alegações perante ao Juiz, que havia sido vítima de roubo e subversão por uma quadrilha em que figurava inclusive uma delegada. Eu mesma fui agraciada com as distorções que pessoas no poder lançam mão para fazer valer sua vontade, à revelia dos direitos civis de quem está no caminho de seus jogos de interesses.
    Acredito que sempre haverá quem conspire contra as pessoas que podem e agem corretamente. Observe porém que a mídia é arrivista e flutuante. Ela estará onde estiver a notícia, mesmo sendo esta plantada, corrupta, fictícia, como já tivemos oportunidade de observar em várias ocasiões. Ao sabor dos ventos uma hora verterá a verdade. Querendo o senhor que seja feita a justiça e, seus direitos sejam devolvidos, continue acreditando que a mentira um dia sempre cai. Respeitosamente Lucília Rinco Torga Profª MSc de Ecologia e Comportamento Animal ,FC do Min da Defesa.

    ResponderExcluir