Pesquisar este blog

domingo, 7 de agosto de 2011

PROVAS SOBRE CONDUTA AÉTICA DE DESEMBARGADORES DO TRF-2

"Aquilo que a mídia chamava de “dossiê”, que significa uma coleção de documentos, era, na verdade, provas sobre a conduta de alguns desembargadores federais do Tribunal, que me haviam sido entregue por quem os tinha em seu poder, para demonstrar o caráter daqueles que pretendiam disputar a direção da Casa, passando para trás os candidatos mais antigos.
Fiquei perplexo com o fato de ter eu passado, por força da imaginação dos grampeadores e da mídia, de uma hora para outra, de detentor de provas da conduta de desembargadores nada éticos, a um armador de chantagens contra colegas meus por causa da disputa eleitoral.
Mais estarrecido fiquei, quando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil , Seção Rio de Janeiro, sugeria que os juízes e desembargadores investigados pela operação Hurricane, e soltos por ordem do próprio Supremo Tribunal Federal, pedissem afastamento de suas funções pelo tempo que durassem os processos; referindo-se evidentemente a mim e ao desembargador Ricardo Regueira." (Trecho do livro OPERAÇÃO HURRICANE: Um juiz no olho do furacão (Geração Editorial), à venda pela internet).

OBS: Estas provas foram recolhidas pela Polícia Federal, mas nada foi apurado nem encaminhado ao STF ou CNJ. ; isso porque, segundo a versão imaginada pela tríade instituição (PF, MPF e STF) o "marginal" era eu (Carreira Alvim). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário